Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
POLÍTICA DESTROÇADA E SEM COMANDO
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

POLÍTICA DESTROÇADA E SEM COMANDO

“A vida é sonata de amor escrita por Deus na pauta do arco-íris. O sol faz a regência. - A lua tange a harpa, as estrelas formam o coral e você faz o contracanto”. (Amílcar Del Chiaro Filho).

Segundo o confrade de saudosa memória Amílcar Del Chiaro Filho, quando uma criança nasce, não sabemos qual será o seu destino. Não sabemos de onde ela veio, nem se terá sucesso nos seus planos de vida. De uma coisa temos certeza: não importa a cor da pele, a latitude em que nasceu o sexo, a classe social, ela traz consigo uma carta de Deus à humanidade. Nós também trouxemos essa carta. Vamos retomá-la? Ela fala de amor, bondade, fé, trabalho... Quando uma criança nasce, é mais um milagre da natureza a se concretizar na Terra. A criança frágil, vulnerável precisa de cuidados especiais para sobreviver. Precisa do carinho da mãe, da vigilância do pai. Precisa de amor para a sua nutrição espiritual. Quando uma criança nasce, não sabemos se será santa, heroína ou bandida. Entretanto, o amor e a educação poderão influir muito no seu destino. É vero! Com certeza.


Amor verdadeiro é, por sua própria natureza, o oposto do egoísmo, ninguém o caracterizou melhor que Paulo de tarso, na 1ª. Epístola aos coríntios, ao falar da fé, da esperança e da caridade. De seu texto, podemos depreender que o amor é paciente, é bom; o amor não inveja e não se envaidece... O amor não procura seus próprios interesses, não se irrita, não folga com a injustiça. Suporta todas as coisas, crê em todas as coisas, espera por todas as coisas, resiste a todas as coisas. Ele permite que as pessoas envolvidas vejam o valor uma da outra, compartilhem experiência se encontrem significado nas tarefas simples da vida em comum, encorajem-se mutuamente a serem elas mesmas. No amor-solidariedade existente entre os seres irracionais - A ternura, as providências de alimentação e defesa e a própria formação em grupos falam-nos no amor solidariedade.


Na politica, na politicagem não existem quaisquer tipo de amor. Somente o egoísmo e a vontade de locupletação falam mais alto. Certamente não deveria ser assim, mas a ambição e a vontade de enriquecer com facilidade predominam em sua maioria. Uma palavra em voga na politicagem brasileira todos nós conhecemos como propina. Tornou-se banal e, muitos políticos estão atrás das grades pela gula e adoção ao propinoduto. O artigo número 333 do Código Penal prevê: Art. 333 – Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício. Já no Art. 317 – Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função, ou antes, de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem. Saiba qual a diferença entre corrupção ativa e corrupção passiva. A origem da palavra propina está no termo grego propinó / propinein, que representava o ato de pagar um copo ou garrafa de bebida para a pessoa que apresentava bom rendimento em suas funções, na Grécia Antiga. .


No entanto, na língua portuguesa a palavra veio do latim propinare que, durante a Idade Média, tinha o significado de "pequena gratificação" ou "gorjeta". A palavra propina tem outra acepção na língua portuguesa europeia, principalmente a falada em Portugal. Naquele país, este termo é referente ao valor que é pago pelo ano escolar, como se fossem mensalidades do curso. Propina é o mesmo que suborno, ou seja, um valor monetário pago ou recebido para que sejam praticados atos ilegais, principalmente no âmbito da administração pública. Mesmo a palavra propina não constando nos textos do Código Penal Brasileiro, visto que este termo é considerado uma gíria, o seu significado faz com que seja definido como um crime de corrupção ativa. O artigo nº 333 do CP prevê o seguinte: Ao receber a propina ou pagar mediante solicitação feita pela outra parte, esta ação é categorizada com crime de corrupção passiva, conforme previsto no artigo nº 317 do Código Penal: O pagamento de propina no âmbito da política é uma prática muito corriqueira na realidade brasileira, infelizmente.


Diversas operações da Polícia Federal já comprovaram o envolvimento de vários partidos políticos em casos de corrupção. De acordo com relatos históricos, a prática do pagamento de propinas como método ilícito para o enriquecimento através da função pública é observada desde a chamada República Velha. Desde então a corrupção se fixou no centro da política nacional como um "tumor", afetando as mais diversas áreas da administração pública. Vejam as conversas; “Tasso e Aécio, batem boca e a saída do PSDB do governo”. Tasso quer sair já. Aécio quer ficar, pois ali se sente protegido dos ventos gripais. Tasso divulga um vídeo em que o PSDB admite que errou ao se associar ao governo Temer. Aécio fica furioso, e ganha o apoio de Dória, sempre em busca de um carinho. Geral Alckmin é hoje praticamente o único ponto de intersecção numa sigla que passou os últimos seis meses em desacordo sobre tudo.


Tasso vai à luta, diz que o PSDB precisa de uma transformação e avisa que concorrerá ao comando do partido. Aécio discorda de tudo: da transformação e, ainda mais, de Tasso na presidência da legenda. O golpe: Aécio tira Tasso da chefia interina do PSDB, Alckmin, muito acordado, espia tudo à espera da sua vez. Os tucanos se reúnem e, enfim a paz: Aécio, Dória, como pacificador, é ungido presidente do Partido e será o candidato do PSDB ao Planalto. Tudo certo. My God que confusão dos diabos! Em vez de sair do governo “pela porta da frente”, o PSDB corre o risco de ser educadamente convidado a se retirar pela porta dos fundos. “Um outsider pode estourar e ganhar a eleição. Mas como ele vai governar depois.”? Fernando Henrique Cardoso: Lula é “responsável pelo desastre econômico do país “, e Alckmin olha para o cofre, não vai levar o Brasil ao desatino fiscal”“. Fernando Henrique Cardoso defende a candidatura de Alckmin e diz que, sem uma coalizão para fazer frente à polarização Lula-Bolsonaro, o Brasil fica sujeito à tempestade. ( Fonte: Revista “Isto É”). Enquanto isso Temer aposta de que a recuperação da economia transformará a rejeição em votos. Não é brincadeira, o presidente mais impopular da história política do Brasil cogita a hipótese de se candidatar à reeleição no ano que vem. Pode Freud?


Aqui tudo pode. O Supremo Tribunal de Justiça tem funcionado como uma redoma para garantir a impunidade de governadores denunciados por corrupção. A Procuradoria-Geral da república encontrou erros estranhos e decidiu retornar a investigação no caso da conta irregular e milionária do senador Romário na Suíça.
Os bancos estão restringindo o crédito e fiscalização com mais rigor as contas- correntes de políticos investigados pela Operação Lava jato. Enquanto ninguém se entende na conturbada política brasileira, a miséria, o desemprego e a violência tomam conta do País. Nunca na história política brasileira passamos por governos incompetentes, fracos e corruptos que levaram a economia brasileira ao fundo do poço. Eles procuram soluções, mas terminam por prejudicar a classe menos abastarda do Brasil. Só o Poder Público poderia sanar a crise, no entanto se encontra descontrolado e perdido no lamaçal. Fruto dessa política mesquinha profissionais da saúde, da educação, da segurança e funcionários públicos estaduais, federais e municípios estão em atrasos que chegam há dois meses e nem receberam o décimo terceiro do ano de 2016. É uma vergonha sem tamanho.

Todo povo brasileiro seja de qualquer classe social se encontra revoltado com a situação desastrosa do governo brasileiro e a incompetência do governo brasileiro e a fraqueza de seu ministérios e suas cruéis reformas. Os efeitos da pobreza: Estudos em uma populosa favela brasileira mostram que a vida na penúria provoca impactos reais no desenvolvimento cognitivo e na formação cerebral das crianças. Favela é um puro sinal de pobreza. Enquanto o mundo gira, envolvidos em escândalos, os bilionários viram seus impérios desmoronar e agora são obrigados a se desfazer de ativos e bens de luxo. Acostumados com um estilo de vida luxuoso os empresários Joesley Batista vendem apartamentos, iates, carros e até ilhas para pagar dívidas e multas. O patriarca da família é acusado de embolsar R$ 58 milhões, o filho mais novo está preso por lavagem de dinheiro e os outros dois irmãos integram o propinoduto. Os Picciani, segundo ministério Público, faziam o que todos já desconfiavam agiam como criminosos. Os empresários de transporte do Rio de Janeiro formaram uma quadrilha poderosa e estavam enriquecendo ilicitamente, resultado: cadeia neles.

A quadrilha dos partidos políticos do Rio de Janeiro. A operação Cadeia velha levou à prisão deputados e empresários cariocas, responsáveis por uma organização criminosa que dilapidou o Rio de Janeiro. R$$ 138 bilhões: foi à isenção de impostos concedida aos empresários. R$ 260 milhões perfazem o valor das propinas aos políticos do Rio, incluindo o ex-governador Sérgio Cabral. R$ 58,4 milhões foram as “mesadas” pagas em propinas a Jorge Picciani. R$ 54,3 milhões representa o total das propinas dadas ao deputado Paulo Melo. R$ 60 mil por mês era a “mesada” recebida pelo deputado Edson Albertassi. Os deputados não se emendam na primeira semana da reforma trabalhista, resolveram se dar um folga de onze dias, a um custo indecente para os cofres públicos. A folga de R$ 110 milhões de reais. O deputado Celso Jacob é o único dos 513 parlamentares que tem frequentado a Câmara neste período de superfolga. Ele prefere ir ao Congresso a ficar na Papuda. O próximo round: Reforma Ministerial. O governo precisa de mais votos para aprovar a reforma da previdência, sua próxima meta. Para isso, deve trocar quem tem lhe dado poucos votos( como PSDB), colocando no lugar quem lhe é mais fiel. O governo queria trocar 17 ministros em dezembro, mas a reação negativa da base aliada fez com que as mudanças aconteçam à conta gotas. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-JORNALISTA- MEMBRO DA ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE IMPRENSA(ACI)- MEMBRO DA UBT( UNIÃO BRASILEIRA DOS TROVADORES)- DO PORTAL CEN ( LUSO- BRASILEIRO)-DO PARA LER E PENSAR- DO RECANTO DAS LETRAS E DA ACADEMIA DE LETRAS DOS OFICIAIS DA RESERVA E REFORMADO DO CEARÁ(AALOMERCE).



Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: VESW (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.