A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Jornalismo
 
Todos precisam... E vão entender!
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

É Deus no Céu e Temer na Terra?


O presidente Michel Temer anunciou o aumento nos impostos que incidem sobre a comercialização da gasolina vendida no território nacional. Com a maior autoridade do mundo, disse que o povo vai entender a necessidade desta medida porque este governo não mente. Para equilibrar as contas, segundo o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, uma herança maldita da gestão Dilma Rousseff, dobrou a tributação no PIS e no COFINS, com o objetivo de gerar um adicional de R$10,4 bi de arrecadação. Por que o povo está aceitando tudo dele, sem protestos?
Curiosamente, a despeito da baixa popularidade e das denúncias envolvendo corrupção, este governo não mobiliza os prejudicados com decisões que só atingem o trabalhador comum. Quando Dilma precisou aumentar os preços dos combustíveis houve movimentos fortemente contra, inclusive com fechamento de rodovias. Qual é a diferença disso agora? Tributação petista é mais prejudicial que a de outros governantes? Será que os sindicatos patronais, tipo a FIESP, com o seu famoso Pato Amarelo, símbolo do “Fora Dilma”, gostaram dos aumentos? Então...
Alguns meios de comunicação tradicionais já publicaram que os aumentos dos combustíveis pouco impactarão na inflação, quando muito 0,5%. Mas se olharmos para a dependência desses produtos na movimentação de cargas e mercadorias em geral, poucos se sentirão confortáveis para aceitar isso passivamente. Além do mais, toda mobilidade urbana, na maioria das metrópoles brasileiras, tem os derivados de petróleo como fonte de energia. Como esperar que uma população, com 14 milhões de desempregados, entenderá esses aumentos?
Tanta certeza de que o povo entenderá e aceitará tudo o que o atual presidente está fazendo só pode ser baseada na declaração de ele está no cargo pela vontade de Deus. Isso mesmo! Ele, no auge da pressão sobre as gravações comprometedoras com o empresário Joesley Batista, disse que não sairá do cargo por causa disso. Neste governo a certeza é tanta que o próprio ministro Henrique Meirelles, quando se cogitou a saída de Temer, disse que continuaria. Será que somos governados por iluminados extraterrestres? De onde vem tanta confiança?
Quem aplaude as medidas sufocadoras do povo deve estar sendo beneficiado de alguma forma. Beira a insanidade achar que dá para manter uma máquina pública caríssima e inoperante com aumento de impostos e queda vertiginosa na arrecadação. Provavelmente nem os mais otimistas com este governo, os que acham que tudo está melhor, à olhos vistos, têm a certeza e a confiança de Temer e Meirelles. Mais inaceitável ainda é o bendito perdão de dívidas que as instituições concedem aos grandes devedores do país. Seriam esses os poucos que aplaudem?
Nos momentos de dificuldades financeiras, em qualquer lugar do mundo, onde a seriedade com os recursos públicos é preservada, executa-se o corte de gastos, principalmente os desnecessários, os supérfluos... aqueles que não agregam valor algum à sociedade. Por que não vemos isso de forma veemente por aqui? Pelas informações que vazam para o conhecimento público, o povo não passa de um mero pagador de contas alheias. Logo após a rejeição do relatório sobre as denúncias contra Temer, milhões de reais foram liberados para emendas parlamentares.
Vamos usar os Estados Unidos, o nosso modelo predileto de seriedade e transparência com a gestão pública, além do elogiado respeito com os recursos gerados pela arrecadação de tributos, como parâmetro. Soube-se que o presidente Trump, que precisa administrar o maior orçamento financeiro da Terra, cerca de dez vezes maior que o do Temer, conta com uma equipe de funcionários muito menor que a deste – um terço para ser mais preciso. Como acreditamos que Deus é brasileiro, pois até empossou o nosso presidente, temos de entender o enviado por Ele.


J R Ichihara
22/07/2017

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ggEK (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.