Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
FORTALEZA BELA E ABANDONADA
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

FORTALEZA BELA E ABANDONADA

“Ponha ordem no seu interior. Pense num barco em alto-mar sem algo que lhe indique terra firme. Permanecerá perdido até que uma abençoada mão apareça. Oriente-se. Dê direção, exerça domínio, afaste as más tendências e ponha em destaque os pensamentos positivos, amorosos, esperançosos. Adote boa postura, creia em Deus, tenha paciência em tudo, ajude os outros, confie na solução dos problemas.”. (Lourival Lopes).

Na mensagem acima podemos destacar alguns pontos que poderíamos inseri-los em nossa gestão prefeitural e governamental. Dê direção, exerça domínio, ponha em destaque os pensamentos positivos, tenha paciência em tudo, ajude os outros e confie na solução dos problemas. Confiar até que confiamos, no entanto os nossos representantes políticos, em especial prefeito, vereadores, deputados estaduais e governador não merecem a confiança tão almejada por nós membros da sociedade. Quer seja ela abastarda, de classe média e membros da classe menos aquinhoada. O Prefeito de Fortaleza vive alheio à periferia de nossa querida Fortaleza e parece se preocupar com os bairros que integram a sociedade mais abonada da capital cearense.

Aqui vai uma pergunta? Será que o prefeito sabe quais são as suas responsabilidades para com o povo que o elegeu? Será que os vereadores estão cumprindo a contento os seus mandatos? E os responsáveis pelas regionais que se fincam em seus gabinetes para usufruir das benesses da função esquecendo-se de fiscalizar as regionais que estão sob seus controles. Ou as regionais são apenas cabides de empregos? Segundo Carla Guedes o Poder Executivo municipal é exercido pelo prefeito, que é o responsável pela administração do município. Isso inclui a realização de obras, a prestação de serviços públicos, tais como saúde, educação, abastecimento de água, limpeza das ruas.

Ele também é responsável pela execução de ações que beneficiem a comunidade, como programas de apoio ao agricultor, e pela fiscalização do cumprimento das leis aprovadas pelos vereadores. O prefeito deve prestar contas de seu trabalho à Câmara de Vereadores e aos cidadãos. O prefeito e o vice-prefeito são eleitos simultaneamente para um mandato de quatro anos. O bom prefeito é aquele que está a serviço do município, conhece as necessidades de cada comunidade e resolve seus problemas. Não só administra com dedicação e seriedade, mas também presta contas de seu trabalho. Ele ajuda a criar as condições para que a comunidade se desenvolva.

A melhor prova do trabalho de um bom prefeito são as melhorias que ele produz no município. Por ser conduzido ao cargo por voto direto e secreto, com apoio de relevante eleitorado local, o prefeito se transforma em porta-voz dos interesses do povo. As atribuições do prefeito não se restringem a negociar convênios e conseguir benefícios e auxílios para o município que administra. São responsabilidades de muita valia, mas infelizmente não é isso que vemos no dia a dia da nossa cidade. Na Fortaleza periférica as rampas de lixo se acumulam em ruas e avenida, principalmente nos canteiros centrais. É uma vergonha, pois lixo demais tem como resultado drástico doenças para a população. Muitas ruas da periferia não tem calçamentos, saneamento básico e o mato toma conta de tudo.

A velha capinagem não existe. Os postos de saúde não funcionam e o atendimento precário faz com que pacientes esperem horas a fio em filas homéricas e quando conseguem uma consulta vem o dilema da falta de medicamentos. A Prefeitura perdeu a guerra contra o mosquito Aedes aegypti, e muitos óbitos já ocorreram em maior escala na periferia da cidade. Os riachos que deveriam ser limpos e suas águas tratadas e reaproveitadas estão sempre infectadas por lixo e sujeiras diversas. Ruas escuras, apesar do pagamento de tributos pesados e às vezes injustos pelos que consomem energia elétrica. Quanto impostos pagamos? Inúmeros, mas mal distribuídos pelo governo. As UPAS não disseram para que foram criadas, começaram funcionando bem, mas hoje é uma lástima. As lagoas de Fortaleza que deveriam ser urbanizadas estão totalmente cobertas por aguapés.

A feira da Parangaba faz vergonha a qualquer morador de Fortaleza. Por que não revitalizar os polos de lazer construídos por governos passados. A Praça José de Alencar onde se localiza o maior teatro de Fortaleza é uma verdadeira pocilga. Senhor prefeito arregace as mangas e comece a trabalhar. O hospital maternidade Zilda Arns cujo término estava prevista para novembro de 2016 está abandonado com a paralisação das obras o mato toma de conta. O Hospital da Mulher idem. A Autarquia Municipal de trânsito que deveria controlar o trânsito da capital não o faz. Não se vê um agente de trânsito em engarrafamentos homéricos e por incrível que pareça viaturas circulam o centro da cidade a cata de multas. Virou a indústria da multa sugando cada vez mais os bolsos combalidos da população Fortalezense.

Fortaleza é uma capital controlada por semáforos, fotosenssores e Câmeras, mas o principal não existe que é o agente para educar os motorista e não tão somente para multá-los. Pagamos IPVA, licenciamento de veículos, multas, no entanto o piso asfáltico é de péssimo qualidade (asfalto sonrisal), as bocas de lobo para escoamento das águas da chuva em sua maioria estão entupidas. As arvores que servem para o controle do Meio Ambiente estão devastadas pelos cupins e os canteiros centrais estão cheios de formigueiros. O que fazer? Com a palavra o Sr. Roberto Cláudio e seus assessores. Precisamos urgentemente de um Hospital de base para desafogar o Instituto José Frota. Fortaleza antes limpa e bem conservada contrasta com a sujeira e a falta de planejamento e reponsabilidade. Temos muitos moradores de rua e viciados em crack e se a prefeitura e o governo do Estado não tomarem medidas de contenção Fortaleza se transformará em uma cracolândia. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- JORNALISTA-MEMBRO DA ACE- DA UBT- DA ALOMERCE- DO PORTAL CEN( LUSO – BRASILEIRO) E RECANTO DAS LETRAS.

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NCLX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.