A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
”PATRULHAMENTO IDEOLÓGICO “ UM TEMA ATÉ HOJE ATUAL...
Por: Antuérpio Pettersen Filho

”PATRULHAMENTO IDEOLÓGICO “ UM TEMA ATÉ HOJE ATUAL...
Por : Pettersen Fulho
Expressão cunhada nos auspícios da Ditadura Militar no Brasil dos anos 70, imagina-se, posta à margem, com a redemocratização do País, nos anos 80: “Patrulhamento Ideológico”, demonstrando o lado mais perverso da Opressão, em que o próprio Pensamento do Indivíduo era censurado, tentativa de proibir credos e estigmatizar ideologias tidas como subversivas, se é que possível, tal verbete caiu em desuso, era o que se suponha, com os novos ventos de liberdade que sopram no nosso Brasil varonil.
Contudo, não é exatamente essa a realidade...
Emprestado da Direita mais virulenta, daquelas que adentrava a casa e remexia o lixo, para ver o que o indivíduo comia, e removia, uma novíssima Esquerda, a mesma, que até antes de ontem esteve no Poder, com o PT, e outros partidos, que se mostram com a Lava Jato, Braços de um mesmo Polvo, fisiológicos, outro dia, uma Colega de Poesia (Frequento Comunidades de Poetas), ao deparar com uma Lista, naturalmente Falsa, que não publiquei, não aderi, e simplesmente desconhecia, falou “in box” comigo, no Facebook, dando conta, em áudio, de que estava cancelando a amizade comigo, em razão de eu estar apoiando determinado candidato, que considerava de Extrema Direita, Homofóbico e Repugnante (Acho que foram essas as suas palavras), algumas das quais, particularmente, concordo...
Causou-me estranheza, posto que a mesma, já frequentara minha casa, possui meu livro de poesia, e já declamou comigo, conhecendo alguns dos meus preceitos, e, afinal, poderia, antes de realizar o tal rompimento, consultar-me sobre o tal “apoiamento”, que repito, não o fiz, e, provavelmente, não o farei, mesmo tendo sido eu, antes do aposentamento, ligado à Segurança Pública, o dito, “Aparelho Repressor” do Estado, como mero Policial Civil, muito embora, se fosse o caso de apoiar, não estou declarando o meu Voto, que é pessoal, mas isso, enfim, é direito meu, como é o dela apoiar um sacripanta qualquer, não me cabendo bulufas.
Saudades, confesso, não tenho daqueles tempos, que não vivi e não conheci, ao fundo dos meus cerca de pouco mais de 50 anos...
Mas, vos pergunto:
Será essa a tão sonhada Democracia, que nos enfiam goela abaixo, de somente poder votar nesse, ou naquele candidato, do stabelishment, seja da Direita, ou seja da Esquerda, na luta fraticida, em que somos, homens comuns, mera massa de manobra, dos homens pelo Poder, pelo Poder ?
Com a Palavra, a Poetisa...
Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadã”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NREL (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.