A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
BRASIL O PAÍS DOS - “SANGUESSUGAS”.
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

BRASIL O PAÍS DOS - “SANGUESSUGAS”.

“Cultiva a simplicidade, evitando a carga de complicações e de assuntos improdutivos que te furtem a paz. Admite o fracasso por lição proveitosa, quando o fracasso possa surgir. Tempera a conversão com o fermento da esperança e da alegria. Tanto quanto possível, não te faças problema para ninguém, empenhando-te a zelar por ti mesmo.” (Emmanuel).

Em todos os dias que passam os noticiários trazem novas manchetes de corrupção. São notícias escabrosas que escandalizam o povo e a sociedade brasileira que não mais acredita nos representantes políticos que colocaram no Congresso Nacional. O titulo desse artigo em forma de crônica insere a palavra “sanguessuga” cujo significado no popular tem o nome de “lombriga”. Cientificamente refere-se ao verme da ordem dos anelídeos, classe dos hirudíneos, que vive na água doce e cujo corpo possui ventosas. Elas absorvem o sangue dos vertebrados após praticarem uma incisão na pele, graças a três maxilas que envolvem sua boca; esse sangue é conservado liquido em um tudo digestivo dilatável.

Durante longo tempo foram elas utilizadas para a sangria de doentes, por extensão nome dado a todos os hirudíneos. Já no sentido figurado o individuo que explora outros, que lhes tira dinheiro; sugador. Firmando os olhos para essas definições e comparando com o sistema político atual do Brasil chegamos à conclusão de que o nosso Congresso está repleto de “sanguessugas políticos”. Existem 17 maneiras conhecidas para exterminar “as sanguessugas ou lombrigas”. (Grifo nosso). Para dar maior conotação colocamos ao dispor dos leitores essas maneiras para que se algum dia forem atacados por essas lombrigas usem essas informações: “As sanguessugas vivem em ambientes úmidos, com vegetação rasteira e lama, e também em áreas com água doce”.

Agarram-se a animais de sangue quente, inclusive os humanos, e, ao sugarem o sangue de seus hospedeiros, podem se expandir até dez vezes mais do que seu tamanho normal. Caso encontre uma sanguessuga em seu corpo, não entre em pânico, pois essa espécie de verme não transmite doenças e sua mordida não provoca dor. Se conseguir suportar a ideia de deixá-la se alimentar com seu sangue, fique certo de que a sanguessuga, acabada a refeição, abandonará seu corpo, por iniciativa própria, depois de uns vinte minutos. “Porém, é muito bom saber que também é possível remover essa pequena sugadora usando apenas as unhas”. As “sanguessugas” do Congresso Nacional usam unhas, dentes, propinas, artimanhas maldosas para sugar o sangue do povo brasileiro.

Segundo nos assegura o site (mundoecação.bol.uol.com.br) a corrupção é uma palavra que vem do latim corruptus, que significa quebrado em pedaços. O verbo corromper significa “tornar pútrido”. A corrupção pode ser definida como utilização do poder ou autoridade para conseguir obter vantagens e fazer uso do dinheiro público para o seu próprio interesse, de um integrante da família ou amigo. A corrupção é crime. Veja alguns itens que revelam práticas corruptas:* Favorecer alguém prejudicando outros * Aceitar e solicitar recursos financeiros para obter um determinado serviço público, retirada de multas ou em licitações favorecer determinada empresa. * Desviar verbas públicas, dinheiro destinado para um fim público e canalizado para as pessoas responsáveis pela obra. * Até mesmo desviar recursos de um condomínio. A corrupção é presente (em maior evidência) em países não democráticos e de terceiro mundo. Essa prática infelizmente está presente nas três esferas do poder (legislativo executivo e judiciário).

O uso do cargo ou da posição para obter qualquer tipo de vantagem é denominado de tráfico de influência. Toda sociedade corrupta sacrifica a camada pobre, que depende puramente dos serviços públicos, mas fica difícil suprir todas as necessidades sociais (infraestrutura, saúde, educação, previdência etc.) se os recursos são divididos com a área natural de atendimento público e com os traficantes de influência (os corruptos). Quando o governo não tem transparência em sua administração é mais provável que haja ou que incentive essa prática, não existe país com corrupção zero, embora os países ricos democráticos tenham menos corrupção, porque sua população é mais esclarecida acerca dos seus direitos, sendo assim mais difíceis de enganar.

Atualmente existe uma organização internacional que tem como finalidade desenvolver pesquisas nos países para “medir” o nível de corrupção. A partir da pesquisa é feita uma classificação de acordo com a nota que vai de 0 a 10. Alguns dados revelam que o primeiro lugar com nota 9,7, que corresponde à margem de confiança, é a Finlândia; e o Brasil ocupa 54° com nota 3,9, margem de confiança 37-41%. Essa corrupção associada ao propinoduto, ao Mensalão, ao Petrolão, e demais crimes nos assustam e nos deixam de orelha em pé. A Polícia Federal nunca trabalhou tanto como está trabalhando agora, pois todos os dias surgem casos novos. O juiz Sérgio um grande cidadão brasileiro merece todos os elogios por sua maneira ética e louvável de trabalhar. Os delitos em que envolveu o ex-governador do estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é algo de abominável e logo após a sua prisão e de outros surgiu a “Operação Carne Fraca”, outra vergonha para o governo brasileiro.

O Brasil, primeiro exportador mundial de carne bovina e avícola, tentava tranquilizar os mercados nesta sexta-feira, após desmantelar uma rede que vendia carne adulterada, inclusive com produtos cancerígenos, envolvendo os maiores frigoríficos do país. O escândalo atinge em cheio outro setor-chave da economia brasileira, depois do abalo sofrido pelas grandes construtoras envolvidas no megaesquema de propinas do Petrolão “Os funcionários públicos (…), mediante o recebimento de propinas, facilitavam a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem realizar qualquer inspeção”, indica um comunicado da Polícia Federal. Uma parte desses subornos era revertida para partidos políticos, segundo o comissário Mauricio Moscardi Grillo, que identificou entre os beneficiários o PMDB, de o presidente Michel Temer, e seu aliado PP, os dois envolvidos no Petrolão.

A operação incluiu 27 ordens de prisão preventiva, levou ao afastamento de três funcionários públicos e ao fechamento de três frigoríficos, informaram a PF e o Ministério da Agricultura. Além disso, há 21 estabelecimentos sob suspeita. Uma das unidades fechadas se dedicava ao abate de frangos e as outras duas fabricavam mortadelas e salsichas, afirmou o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki. Novacki admitiu preocupação com repercussão no exterior, mas ressaltou que as denúncias se referem a casos isolados. Em um supermercado no Rio de Janeiro, muitos clientes expressavam sua indignação. “Não vou comprar mais carne enquanto esse problema durar”, afirmava Isaldina Rodrigues Monteiro, uma empregada doméstica de 57 anos. “A gente luta, paga os impostos, para consumir um produto estragado. É lamentável”, declarou Sílvia Farias, uma professora de 51 anos. (Fonte: Revista “Isto É”).

Queda na bolsa

A Justiça também determinou o bloqueio de um bilhão de reais das empresas investigadas, entre as quais estão às líderes do setor, JBS – dona das marcas Big Frango e Seara Alimentos – e BRF – dona da Sadia e Perdigão. As ações dos grupos envolvidos desabaram durante a tarde na bolsa de São Paulo. A JBS caiu 10,59% e a BRF 7,25%. O índice Ibovespa retrocedeu 2,39%. A JBS indicou que três de suas unidades de produção foram revistadas, mas destacou que “não houve qualquer medida judicial contra seus executivos” e que a sede de São Paulo não foi revistada. A BRF afirmou, por sua vez, que “está colaborando com as autoridades” e que seus produtos “não representam qualquer risco para os consumidores, no Brasil e nem nos mais de 150 países em que está presente”.

“Cancerígenos” na merenda escolar

Nos frigoríficos de pequeno porte foi detectado o uso de “produtos cancerígenos para maquiar o aspecto do produto avariado, o odor”, afirmou o comissário Mauricio Moscardi Grillo em coletiva de imprensa em Curitiba. “Inúmeras crianças de escolas públicas do Paraná estão se alimentando de merendas compostas por produtos vencidos, estragados e muitas vezes até cancerígenos para atender o interesse econômico desta poderosa organização criminosa”, acrescentou. Também foi identificada a presença de salmonela em produtos que foram colocados à venda através do pagamento de propina. Um contêiner da BRF foi bloqueado em um porto da Itália, quando detectada a presença dessa bactéria, informou, sem maiores detalhes.

A Confederação da Agricultura (CNA) pediu que fossem investigadas com rigor as acusações e mostrou preocupação em relação ao impacto do escândalo. “Não é justo que a imagem [dos produtores rurais] seja manchada pela ação irresponsável e criminosa de alguns”, afirmou. A operação, a maior da história da PF, foi apelidada “Carne Fraca” em referência à expressão popular que “demonstra a fragilidade moral dos agentes públicos que deveriam velar pela qualidade dos alimentos”, explica o comunicado. E os envolvidos ainda queriam culpabilizar a Polícia Federal pela Operação. É assim que as investigações são efetuados e os podres e empresários desonestos que querem prejudicar a saúde dos brasileiros para auferirem mais dinheiros devem ir para a cadeia depois de julgados. A política brasileira de hoje faz vergonha e alguns líderes de partidos vendo as ameaças chegarem começam a articular artimanhas políticas para prejudicar as operações da Polícia Feral e as investigações do juiz Sérgio Moro com medidas antipáticas e antipatriotas para se livrarem de processos e da cadeia.

Licenças para gastar. Para tentar estimular a economia, o governo, de novo, relaxa o ajuste fiscal. Em troca, promete equilibrar as contas nos próximos anos. O resultado pode ser mais recessão e mais dívida. A renegociação das dívidas dos estados com a União permite que os governadores também possam retomar o aumento de gastos. De pilar a pária. A espanhola Abengoa assumiu um volume de projeto de transmissão de energia no Brasil. Mas deu calote, entrou em guerra com credores e sua crise está longe de terminar. A crise da Abengoa: Obras: 6240 quilômetros de linhas de transmissão; energia: 6700 megawatts, suficientes para atender 700.000 pessoas. Faturamento Global: 30 bilhões de reais, cerca de 10% disso no Brasil. Atraso estimado: 2 anos, no mínimo, para nove projetos em curso. Dívida Global: 59 bilhões de reais, sendo 3,1 bilhões no Brasil. (1) Estimativa em relação aos projetos de geração ligado às linhas de transmissão da energia . Fontes: Abengoa, Aneel, CBIE, Gesel e ONS.

A Abengoa tenta negociar, com a ajuda da Aneel, a venda de todas as suas concessões em operação e em construção para a chinesa State Grid. Que vergonha Meu Deus nós temos dos governos brasileiros de Lula a Dilma e de Dilma a Temer são mais fracos do que caldo de “bila”. “Bessias” admite A PF que o termo de posse de Lula como ministro, emitido por Dilma Rousseff para dar-lhe foro privilegiado, não foi “situação habitual”. “A hora do juízo final”. No aguardo dos pedidos de inquéritos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Brasília estremece. O Supremo Tribunal Federal (STF) já prepara HDs par armazenar das delações dos 77 executivos da Odebrecht. A Lava Jato chega, enfim, à classe política. Começa o fim do mundo. Depoimento de Marcelo Odebrecht será devastador para o ex-presidente Lula. Delações também atingirão expoentes do PMDB. A lista do barulho: Apreensão em Brasília. O procurador Rodrigo Janot deve enviar ao STF a nova lista com os nomes de políticos que serão investigados. Caberá ao ministro Edson Fachin suspender o sigilo dos inquéritos e das delações da Odebrecht.

Veja o fim do mundo e como ele começa: Partido dos Trabalhadores (PT): “A situação dos seus principais líderes é cada vez mais grave”. O principal deles, Lula, senta-se no bando dos réus pela primeira vez dia 14 de março e está cada dia mais próximo de uma condenação . Dilma é acusada pela Odebrecht de usar e abusar do Caixa Dois em sua campanha eleitoral. PMDB: Os principais auxiliares de Michel Temer entre eles Eliseu Padilha da Casa Civil , devem ser alvos de inquérito decorrente da delação da Odebrecht sob suspeita de terem recebido dinheiro da empreiteira. PSDB: Acusações devem atingir dirigentes do Partido . O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o senador José Serra (SP), que já deixou o governo, já foram acusados de receber recursos do caixa dois da Odebrecht. Cúpula do Congresso. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) também são delatados sob acusação de recebimentos de recursos para beneficiar a Odebrecht no Congresso. Além deles, dezenas de parlamentares estarão nos depoimentos.

Os já presos. Entre eles os políticos que já foram encarcerados , a situação só piora. O petista Antonio Palocci foi finalmente alvo de confirmação da Odebrecht de que era o “italiano” nas planilhas da empresa . O mesmo aconteceu com João Santana, o “Feira”. O ex - ministro José Dirceu foi condenado pela segunda vez na Lava jato a mais 11 anos de prisão. O peemedebista Sérgio Cabral se tornou réu pela seta vez: descobriu-se que ele recebia em euros e negociava propina dentro do Palácio Guanabara. O peemedebista pode amargar quase 20 anos de cadeia. E, na última semana, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, teve pedidos de Habeas corpus negado pela justiça. Abriram a Caixa de Pandora. Como na mitologia grega, o jarro de onde saiam todos os males do mundo foi aberto. Em depoimento bombástico os executivos Hilberto Mascarenhas e Cláudio Mello Filho detalharam que a empresa pagou R$ 3,4 bilhões em propinas. Vem mais chumbo grosso por aí. Esperem! É vergonhoso que tenhamos políticos tão sagazes e capazes de tirar o leite da boca de milhares de crianças carentes em todo Brasil. São responsáveis pela destruição da economia da saúde, da educação e da segurança. Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- JORNALISTA-DA UBT- DA ALOMERCE- DO PORTAL CEN( LUSO-BRASILEIRO)



Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IeCO (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.