A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Jornalismo
 
A ESPIRITUALIDADE EM EVOLUÇÃO
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

A ESPIRITUALIDADE EM EVOLUÇÃO

No movimento espírita muito se tem falado a respeito da transição planetária e já começam a surgir livros psicografados de vários médiuns, inclusive alguns deles bastante conhecidos no meio espírita. Um livro muito lido e vendido pelas livrarias espíritas trata-se da obra de Divaldo Franco intitulada “Transição Planetária” do espírito Manoel Philomeno de Miranda, outros autores tem feito alusões entre eles: Rui M. Palmeia; Ublatan Upadian entre outros, entretanto um livro publicado recentemente tem nos chamado a atenção pela linguagem simples e conteúdo consistente, cujo título também é muito chamativo: “O Lado Oculto da Transição Planetária” psicografado por Wanderley Oliveira do espírito Maria Modesto Cravo. (grifo nosso).

Uma indagação muito importante para os menos avisados; O que seria o que muitos chamam de “Transição Planetária”? Nas minhas pesquisas sobre espiritualidade pude ver alguns detalhes e nuanças que se referem à tão propalada “Transição Planetária”. Vejam: “transição planetária é um período de acontecimentos e ajustamentos planetários necessários que porão fim ao atual estado da nossa civilização que precisa passar por uma grande modificação e se dar início a um novo ciclo evolutivo para o qual devemos estar preparados (física, mental e espiritualmente) aumentando o nosso estado de vibração. Para isso devemos mudar nossos hábitos e pensamentos diários para um Mundo Novo, mais evoluído, onde só permanecerão os que merecem continuar a viver na Terra após esta sofrer uma grande transformação e ser elevada a outra dimensão.

Na verdade só uma parte da Humanidade estará preparada para esse acontecimento que muitos já sentem numa fase inicial e se intensificará à medida que a Terra for sofrendo alterações (na superfície e nas suas entranhas) que afetará a vida das populações, sendo certo que muitos cataclismos ocorrerão nessa fase de transição, podendo mesmo serem abreviados aqueles dias, senão nenhuma carne (vida física) se salvaria como dizia Jesus Cristo no seu Sermão. Muitos afirmam que o homem violou o seu livre-arbítrio e as Leis da Natureza, mas temos que informar que o hominal por ser um imperfeito está sujeito a erros e acertos. É notório que desde os primórdios do mundo que essa violação acontece e vemos com bastante clareza nos “livros sagrados” de várias religiões. Pela Bíblia o mundo já foi criado tendo como ponto forte a violência onde um irmão mata o outro por inveja, mas essa violência não para por aí, ela continua até os dias atuais.

Sabemos também que através da inteligência o hominal progrediu e essa progressão teve como ponto forte a tecnologia. De onde o hominal usaria a mão de obra para a evolução? Do próprio orbe que o Pai Maior criou para eles hominais. Vêm a nossa mente a indagação do que a Doutrina Espírita pode dizer a respeito do fim dos tempos, isto é, como ocorrerá esse fim dos tempos. A transformação do planeta de provas e expiações para a regeneração segundo afirma Chico Xavier será possível através da busca da espiritualização, superação das dores e construção de uma nova sociedade, pois a humanidade caminha para a regeneração das consciências e Emmanuel confirma e diz que a Terra será um mundo regenerado por volta de 2057 e cabe a cada um, longa e árdua tarefa de ascensão.

Trabalho e amor ao próximo com Jesus, este é o caminho. Mundo primitivo; de provas e expiações; de regeneração; ditosos ou felizes e celestes ou divinos. Os mundos primitivos são destinados às primeiras encarnações da alma humana, a vida, toda material, se limita à luta pela substância, o senso moral é quase nulo e, por isso mesmo, as paixões reinam soberanas. A Terra já passou por essa fase. Os Mundos de Provas e expiações o mal predomina. É a atual situação da Terra, razão por que aí vive o homem a braços com tantas misérias. Os Mundos de Regeneração são mundos em que almas que ainda têm o que expiar haure novas forças, repousando das fadigas da luta. Os Mundos Ditosos ou Felizes são os planetas onde o bem sobrepuja o mal e, por isso, a felicidade impera. Nos Mundos Celestes ou Divinos as habitações de Espíritos depurados, onde exclusivamente reina o bem, visto que todos que aí vivem já alcançaram o cume da sabedoria e da bondade.

Muito se houve e, entretanto a vida na Terra vai ser toda transformada e nela permanecerão apenas os que farão parte da Nova Humanidade eleita pela qualidade e não pela quantidade, sendo certo que “a Transição Planetária se fará a todos os níveis para que todos os seres vivam felizes nesta ou noutra dimensão. Até lá, muita gente vai continuar ainda a degenerar até ao fim, aproveitando o tempo que lhes para fazer todo o gênero de loucuras tirando partido da situação, pouco importando com seu estado evolutivo e o futuro da Civilização. Onde está a bondade de Deus? Talvez por isso está escrito no livro do Apocalipse:” Quem é injusto, faça injustiça ainda e quem está sujo, suje mais ainda.

Porém, quem é justo faça justiça e quem é santo, seja santificado ainda.”. Manuel Philomeno Batista de Miranda (Espírito) na psicografia de Divaldo Franco diz que as tragédias, como tsunamis do Oceano Índico - objeto de nossas considerações - fazem parte desse processo, pois elas têm objetivo de fazer a Humanidade progredir mais depressa, através do expurgo daqueles espíritos calcetas, refratários à ordem e à evolução moral e espiritual, que já não podem mais ser retardadas. Eles passarão algum tempo em outras esferas, aprendendo as Leis de Amor e do Bem, até que tenham condições de retornar ao nosso planeta, para dar contributo em benefício do progresso da Humanidade.

Na nossa modesta opinião achamos que a transformação humana deve ser executada em nosso orbe terreno, pois se fosse diferente a Terra não teria sido habitada por Espíritos degredados (expulsos, revoltados) do planeta Capela da Constelação de Cocheiro. Os fenômenos da Natureza estão ligados as Leis Morais inseridos nom Livro dos Espíritos, na Lei de destruição capítulo 6, onde se vê: “Destruição Necessária e Destruição Abusiva, Flagelos destruidores, Guerras, Assassínio, Crueldade, Duelo e Pena de Morte”. Ao se falar sobre Transição Planetária a Reencarnação deverá ser estudada com mais responsabilidade e afinco e que as palavras de Jesus Cristo deveram ser mais avaliadas, quando ele afirma que: “na casa de meu Pai existem muitas moradas).

E quando o próprio Kardec afirma que um dia todos nós seremos anjos. “Não esqueçam que o espírita, como qualquer religioso é um aprendiz. A religião é como um remédio prontinho para ser tomado, e o religioso é o doente que precisa dele. Quando o religioso acredita que sua religião pode ajudar outras pessoas, ele apresenta sinais de que está começando a dar valor ao que está ingerindo”. Será que os espíritas conhecem o Vale do Poder o lugar mais conhecido e onde se praticam as mais infelizes formas de maldade, um cinturão psíquico que circula a subcrosta da Terra, onde vegeta uma semicivilização que onera a e economia vibratória do orbe? “Abaixo do Umbral, na psicosfera do interior da Terra estão os abismos. Eles estão também nessa região e é um relevo típico de alguns lugares da subcrosta. São locais profundos, escarpados, escorregadios e sem luz, de difícil acesso e com reduzidíssima chance de volitação.

Em situação muito especial é possível volitar em regiões inferiores. O submundo e a vida social da Terra estão intimamente interligados, são como um novelo de lã, extremamente embaraçados”. “Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes, por estar o vosso nome escrito nos Céus. (Lucas 10:19 e 20). Se o hominal incutir ou inserir em sua vida a fraternidade e o amor já será meio caminho andando. Na realidade precisando estudar mais as Obras Básicas, ou será que aparecerá um médium para psicografar Allan Kardec e escrever com letras visíveis e elucidativas o que poderá acontecer ao nosso planeta, pois tem gente que diz que alguns ensinamentos de Kardec precisam ser atualizados. Será? Pense nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT-JORNALISTA- DA ALOMERCE- AVESP – DO PORTAL CEN.




Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: AGOS (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.