Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Haroldo Pereira Barboza
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Esporte
 
Futebol engessado
Por: Haroldo Pereira Barboza

Estamos firmes na luta por um futebol melhor para nossos olhos e para ver a “Maricota” deslizar no tapete verde com elegância e objetividade.

Enviei a idéia abaixo para 18 clubes de futebol do Brasil. Provavelmente seus dirigentes estão mais preocupados com “esquemas” de contratação/venda de jogadores via caixa 2.
Também mandei para 8 federações. Certamente seus presidentes estão ocupados em “unir” ligas fantasmas que garantam suas permanências nos cargos.
Espalhei por 14 jornais. Um deles mandou-me uma nota considerando a idéia viável. Mas não passou disto.
Por e-mail contactei Milton Neves e Silvio Luiz que gostaram mas não se coçaram.
Esperava que apontassem equívocos ou itens para aprimorá-la.
Torço para que muitos a leiam e se interessem em melhorá-la quando tiverem oportunidade de numa reunião encontrar quem possa empunhar esta bandeira. É pelo bem do esporte mais popular do mundo. Tal idéia interessa apenas aos torcedores que pagam caro pelo ingresso (às vezes falso)?

Futebol engessado.

A queda de qualidade no futebol cada dia fica mais evidente em função dos esquemas defensivos que 90% dos treinadores adotam. Sacrificam a vontade de ganhar pelo receio de perder (inclusive o cargo). Tal atitude conduz a maioria das partidas para espetáculos que terminam em 0 x 0 ou 1 x 0, com duas ou três jogadas de emoção ao longo de 90 minutos irritantes, cujo ingresso nem sempre é barato.

Para combater a tendência de retranca que se instala na alma de técnicos sem coragem de arriscar jogadas ousadas, não é preciso aumentar o tamanho das balizas, eliminar o impedimento ou amarrar o goleiro. Basta uma medida simples, a ser encabeçada pelos dirigentes de visão com apoio de jornalistas conscientes. Pode começar no Brasil e contaminar o continente e o mundo. Havelange vai nos apoiar. Uma pressão forte vai balançar a FIFA para aceitar a mudança proposta já para 2014. Podemos fazer uma experiência em 2011 no futebol feminino e/ou em campeonatos de divisões precoces.

Bastam dois adendos na atual fórmula de pontuação que não causarão rompimento dos neurônios dos menos lúcidos! Observe a seguir e emita sua opinião.

*** ZERO x ZERO: nenhum time marca ponto.

*** Um ponto extra para o time vencedor se a diferença de gols for superior a quatro.

Eles vão partir para o ataque ou vão ficar lá atrás para perder de pouco?

Convoquemos o povo através de uma enquête que revelará que aprovaremos um projeto racional conduzido pelo meio virtual. Pode ser testado em 2011 nas categorias abaixo de 21 anos e feminina.

O Futsal evoluiu, pois teve coragem de aperfeiçoar suas regras nos últimos 15 anos. A FIFA não percebe esta necessidade no futebol de grama? A voz do Brasil (não a do rádio, que é um saco por não ser escalonada) precisa ser ouvida nos escritórios da Suíça.

Haroldo P. Barboza – Vila Isabel / RJ – Matemática (infantil) / Informática (adultos)
Autor do livro: Brinque e cresça feliz!

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gHBc (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.