Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Roberto Vitor Dall'Acqua
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
Esses e aqueles
Por: Roberto Vitor Dall'Acqua

A cruel inteligência dos eternos sedentos poderosos, bem trabalhada é... muito bem, há que se dizer...

Dos de sempre de nossa gente consome a já pobre pobreza na ânsia sem limites de alimentar-se em olímpicos banquetes regados a sangue e cru carne dessa mesma prole a quem adula vez por outra... mais vez que outra...

Feito feras, não hienas que de carniça se deliciam, mas sim leões, gostam mesmo da fresca carne magra da manada que aliciam... e gostam desse gosto, como gostam...

Afastam, aqueles, esses do conhecer, do saber, usando subterfúgios mal disfarçados, sem melindres, sem vergonha e trajando seus custosos costumes, costurados de fina pele dos esses... e sem pudor, pois que o desconhecem...

Aumentam a manada dos esses a cada dia mais e mais com as rações que distribuem com suas mãos de unhas escarlates, enquanto retiram por leves mãos legais bem remuneradas o que resta dos esses... tão bem o fazem que até aqueles que assim o fazem a mando de aqueles, usam ornamentos paramentados baseados nas plumagens dos urubus...

Esses contratados aqueles menores, sim, alimentam-se feito as famélicas já citadas hienas dos restos dos banquetes de os grandes aqueles... afinal até que a carne e o sangue ainda estão frescos...

Os esses, enquanto isso, satisfazem-se com o contaminado trigo que lhes é cedido para que amassem seus pães sem que sequer se apercebam que assim os aqueles mantêm-nos a proliferar... carne e sangue garantidos para seus asquerosos filhotes de coruja...

Nesse drama que a história da humanidade repete, repete, repete, os grandes aqueles às vezes são consumidos em sanguinárias festanças promovidas por pequenos aqueles que, enjoados dos restos ofertados, usam os esses para prepararem seus pratos com os antigos aqueles, e assim os substituem... os esses, esses, continuam sendo os esses de sempre...

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: LLPL (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.