Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

João Victor Vasconcelos de Matos
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
Eu quero ser negra!
Por: João Victor Vasconcelos de Matos

Clarisse era uma menina de pele clara, olhos azuis, cabelos loiros. Vivia com sua mãe e sua avó, onde dividiam o mesmo quarto. Sua mãe sempre lhe ensinara os bons modos, mostrando que nunca deveria desrespeitar ninguém. Como toda criança, tinha lá as suas perguntas, e sua vovó sempre tentava responder.
-Vovó, por que meu cabelo é liso enquanto o das outras crianças são cachados?
-Filha, isso não tem importância. Seu cabelo tem uma beleza especial, e é bom ser diferente dos outros.
-É, a senhora diz isso porque não passa pelo que eu passo. Todos os dias, as meninas ficam olhando diferente pra mim só porque a minha pele é branca. Eu já tentei pintar com tinta, lápis de cor, mas nunca fica. Por que eu sou assim? Eu não quero ser branca, eu quero ser negra!
-Não diga isso, você é uma branca linda e não precisa mudar o que você é. Eu e sua mãe te amamos e sempre vamos te amar, e isso é tudo o que você precisa.
A garota tinha um sonho de ser modelo, mas nunca tinha visto nenhuma branca nas passarelas. Na TV, as pessoas de sua cor sempre desempenhavam papéis secundários: eram domésticas, jardineiros e, quase sempre, bandidos. Seu pai faleceu quando ela tinha dois anos de idade, morto pela polícia ao ser supostamente confundido com um traficante. Aprendeu na escola que os negros, por muito tempo, escravizaram os brancos, trazidos da Europa para o Brasil e por isso sofreu racismo no colégio.
Quando cresceu, Clarisse entrou pra movimentos euro-descendentes e lutou por igualdade entre as pessoas, independente da cor de sua pele. Ganhou o Miss Brasil em 2020, quebrando todo o tabu presente na sociedade. Foi uma líder mundial, em defesa dos brancos, muito elogiada por isso (mas também muito criticada). Mostrou a todos que era muito inteligente, e por vezes foi chamada de “a garota com pensamento negro.”

*Texto escrito em 2015 com o título: "Superação de Clarisse".

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NZgU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.