Paralerepensar - Texto

Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Conto
 
A Gaveta dos Sonhos
Por: Fabiana Teixeira

Ao entardecer os meus olhos cerraram para não ver o fim de um querer.
A beleza do infinito são meras lembranças vagando em minha memória,
Guardadas em minha gaveta dos sonhos.
Ao amanhecer, acordei para viver e novamente tentar esquecer para poder enfim, renascer,
Seguir com leveza, pensar com sabedoria e bordar os meus dias com linhas puras feitas de poesia.
Meu universo é feito de emoções e palavras, coisas delicadas e um necessário vazio.
Respiro, sinto na pele cada sentimento vivido, os meus, os teus, os nossos. Estou sempre
Dentro de um quadro vivo colorido.
A cada flor que nasce tem a sua sinceridade, nada é igual, nem mesmo os dias, tudo é
Desconcertante, misterioso e inconstante.
Alguns acreditam poder compreender um coração sempre em perigo. A emoção e a sua linguagem
Secreta pode ser fatal para a sensibilidade de um poeta.
Guardo um sorriso sagrado e uma fotografia em preto e branco, muitos empoeirados sonhos.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gJWR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.