Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
ANOITECER
Por: Luiz Gonzaga Bezerra


Sentado numa pedra a beira do rio
Admirando os últimos rios do sol
Beijando as águas benditas e frias
Num adeus do dia que vai embora.

As primeiras estrelas anuncia o anoitecer
Os pássaros procuram a copa das arvores
Para olhar a lua com sua extrema beleza
Iluminando lentamente as eternas estradas.

Os peixes nas águas pululam de alegria
Passeando em cardumes se abraçam
Extasiados se beijam inebriados na magia
De viver um momento de pura felicidade.

Olho nas ondas silenciosas e inigualáveis
Tocando-se com sensualidade e prazer
Beijando-se em louvor aos entes das matas
Agradecendo a Deus por mais um anoitecer.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RTFa (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.