Paralerepensar - Texto

Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 
Crônica
 
RETROSPECTIVA DO ANO DO 2017
Por: Suely Braga


RETROSPECTIVA DO ANO DE 2017
SUELY BRAGA
Em 2016 houve o golpe, afastando do poder a Presidente eleita com mais de 54 milhões de votos.
Assumiu o governo uma quadrilha de golpistas,
um Congresso vendido e uma Corte desconectada da Constituição, tomando atitudes fora das leis, acobertada pela mídia monopolizada. Uma camarilha de togados bem nutridos com polpudos salários se acha acima do bem e do mal.
No ano de 2017 o país foi desmontado, vendido, leiloado e entregue às potências estrangeiras.
O Brasil um país continente poderoso em riquezas, a oitava potência econômica, líder da América Latina, com uma população miscigenada e trabalhadora, respeitado e valorizado no mundo, transformou-se num país desacreditado frente aos países estrangeiros.
Com uma grande recessão econômica, o aumento da desigualdade social, sem educação, sem saúde, sem segurança, sem artes, sem cultura, sem ciências e tecnologia, sem teto, sem terras e sem trabalhos. Há 12 milhões de desempregados atualmente. As políticas sociais foram banidas para estabelecer o Estado Mínimo e pagar a dívida pública. Os bancos e os grandes e ricos empresários são os favorecidos.
Uma burguesia movida pelo racismo fascismo, pelo ódio e pela violência levou o Brasil a um retrocesso da época da escravidão.
Os donos da Casa Grande querem que os escravos voltem às senzalas.

Em 2017 o pais virou num caos e num catastrofismo para o povo, governado por um presidente golpista corrupto sem votos, com o maior índice de rejeição registrado na história política brasileira
Foi adotado um regime de exceção, uma ditadura civil disfarçada, implementando reformas contra os trabalhadores e a população em geral. A Constituição virou uma colcha de retalhos e o desrespeito aos direitos humanos foi regra institualizada.
O palácio do Planalto e o Congresso que é a casa do povo, foi cercado com muros e cercas de arames farpados. As mobilizações organizadas pelos sindicatos e movimentos sociais foram atingidas pela polícia e o exército, ferindo manifestantes. Só faltaram os tanques nas ruas.
Sem desenvolvimento o país voltou ao mapa da fome e a miséria virou calamidade,
principalmente nas regiões mais empobrecidas e abandonadas pelas autoridades governamentais.
O presidente gastou milhões do dinheiro público para comprar votos dos deputados e senadores a fim de se manter no poder.
O que nos espera em 2018? Haverá eleições diretas, ou a quadrilha no poder tentará mudar o regime para Parlamentarista com a intenção de continuar governando? Ou ainda buscará reforço dos militares para retornar à ditadura de 64?
Dia 24 de janeiro dia D para a votação e condenação do ex-presidente Luiz Inácio da Silva(o Lula), em Porto Alegre.
As preliminares já estão mostrando o que poderá acontecer. Juízes proibindo a ocupação do Parque da Harmonia pelo MST. As promessas de multa aos sindicatos e movimentos sociais que promoverem mobilizações e protestos. A mídia golpista já está anunciando e aterrorizando a fim de evitar as organizações e amedrontar o povo.
Osório, 30 /12/2017.




 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: HRCU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.