Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Conto
 
SOMOS ETERNOS APAIXONADOS
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

SOMOS ETERNOS APAIXONADOS


Nos meus sonhos de cetim fiz meus mais belos poemas, fiz juras de amor, fiz promessas diversas para alcançar o meu objetivo, que era o seu belo coração. No ressoar palpitante de um clarim, a inspiração extrema nos leva a esperança de um dia sermos felizes. No cenário dos meus sonhos vejo os mais belos semblantes, na psicosfera da vida, se esmeram as vidas destoantes. Ao sofreres qualquer paixão espera que se arrefeça a chama do coração, mas não esqueça que você vive num mundo de “provas e expiações”. Se o homem é de brasas você se amarra, se torna em plumas de algodão.

Quem ama arca com todas as consequências boas ou más. A venturosa mocidade de grandioso fervor cheio de amor muitas vezes nos leva a praticar atitudes impensadas. Talvez seja pela força do amor que toma o nosso coração de supetão meu irmão. Na pura e límpida realidade, apenas sonhos de amor. Para certos consulentes, és divina e reluzente só para a gente que te ama de muitão. Mulheres de muitos negócios enlouquecem a gente, e de repente parece obsessão.

Sonhar não é pecado, mesmo que a felicidade, a luz e a paz sejam extremas. O amor alucinado pode nos causar medos e fobias, além de distonias dilacerantes que nos deixam tontos, sem equilíbrio e firmeza nas ações. Na psicosfera da vida se esmeram as vidas destoantes, no amor sentido, o carinho tem papel de belos brilhantes. Maltrata o coração bendita, elegante, bonita, arrebita é de enlouquecer de prazer, só em ver dá palpitação, amarrota o coração e boquiaberto ficamos tremendo de emoção.

Desejo enfrentar com fervor as mais escaladas da vida percorrendo caminhos cheios de espinhos e de eternas feridas. Nos anseios fervorosos mais vale joias de muita caridade desejando encontrar o amor perfeito para a minha felicidade, renasci nessas loucuras num mundo repleto de mitos, buscando a felicidade me deparei com muitos conflitos. Na conquista da fortuna muitas vezes aparece o modelo conforme o dono quer oferecer. Prazer, amor, glamour e as honrarias do mundo guardam essa nota travessa, mais que depressa pensamentos traçados no dia a dia ela é minha nunca vi uma medalha.

Parece fornalha esquentando nosso sangue, parece um enxame destruindo o coração, mais que depressa. Peça das honrarias do mundo, do amor mais alto e mais lindo afeição que se procura não se esbarra e se iguala. O medo é um pensamento em sua mente e você tem medo dos seus próprios pensamentos. Alguns temores são passageiros, enquanto outros, embora frequentes, obedecem unicamente a certos fatores e não chegam a perturbar o indivíduo na sua atividade diária.

O amor deve superar o medo sempre. O amor é semente procriadora, cresce e se torna forte de repente. Provações sejam banidas de nossa vida até a eternidade. Amar demais será a nossa sina erigida por nossas afinidades. Provações sejam banidas de nossa vida até a eternidade. Aurida, florida, perfumada, doirada imantada em nossa mente. O amor é fortificante do organismo debilitado pelos espinhos. Senhor nos ampara, pois ninguém nos separa e as energias nos refaçam.

Nosso amor é forte altruísta e não existem forças que venham perturbar a nossa felicidade. Amor puro, amor que eu vejo eu te desejo tudo o quiseres, é preciso saber. Conquista ditosa e bela, é uma aquarela de encantos mil, mas é preciso saber o que fazermos com ela, liberdade vem a ser o prazer. De um ser somado a dois, não é feijão com arroz, é querer. Falando com o amor livre, onde esse amor se declara se amarra e nos une cada vez mais, deixamos tudo para trás sem ninguém perceber. Só quero que saibam que eu te amo demais.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-FORTALEZA/CEARÁ/BRASIL

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gRFR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.