Paralerepensar - Texto

Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES
Publicações
Perfil
Comente este texto

 
Conto
 
AS BORBOLETAS DO AMOR
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

AS BORBOLETAS DO AMOR

As borboletas do amor sempre voltam aos jardins dos nossos corações... Às vezes o meu pensar não chega a nada, mas a minha vontade abrange tudo. O ódio quase me domina, mas o amor consegue reverter minhas alucinações. Não devemos esconder nada de quem nos ama, um lindo beijo ou até mesmo um olhar para outro ser, seria igual tentar impedir que a chuva molhasse um terreno fértil, seco e sem plantações.

Na vida em cada passo há um destino, mas somente o amor escolhe o seu ideal e jamais usaremos a expressão, contudo. A identidade vem ser a conquista ditosa, glamorosa e bela, transformando as nossas vidas em aquarelas. No amor mais alto e mais lindo vamos sorrindo ligando a força do bem, quanto maior a renúncia maior o grassar.

Quando o amor é verdadeiro não nos submetemos e não nos dominamos, apenas nos completamos. Não almejamos falar em saudades, mesmo sendo a flor da terra que nasce no coração da gente, faz morada, massacra e destempera as esperanças de um viver diferente, vislumbramos felicidades a nos abraçar.

Borboletas sugam o néctar das flores e nós nos alimentamos com os néctares de nossos beijos, dos desejos nos alimentamos, das carícias nos deliciamos e do mel do amor vamos saboreando, nós vivemos nesse diapasão nada de sofrimentos, ilusões, pois nos uniremos para a total felicidade dos nossos corações.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-JORNALISTA




 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UUEe (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.