Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Infantil
 
Xixa a lagartixa
Por: Juliana

www.gmail.com\julianaelisabetekroll@gmail.com
www.facebook.com\jukrollbetykroll
www.textosinfantisparatodasidades.blogspot.com.br
www.twiter.com\julianakroll@juliana_kroll

Xixa, a lagartixa
Era uma vez uma lagartixa muito esperta, que gostava muito de andar de ponta cabeça.
Seu nome era Xixa. Xixa morava nas partes úmidas do quintal da casa da cachorrinha Pupy. A Pupy quando encontrava a Xixa ficava muito serelepe e assanhada.
Xixa, quando via a Pupy só tinha a reação de andar de ponta cabeça: subia pelas paredes do grande salão de festas, onde a Pupy brincava, se grudava no teto e andava , pois quando a Pupy a pegave, a mordia todinha.
Passado algum tempo da Xixa no teto de ponta cabeça, seu grude acabava e ela caia. e a Pupy, corria para cima dela e fazia a festa.
Xixa muito esperta, soltava seu rabinho e enquanto a Pupy ficava distraída com o rabo solto se mexendo, ela corria para a parede e novamente subia no teto e um novo rabinho se formava.
Quando a Pupy se dava conta que o rabinho solto não era a Xixa, ela ia atraz do faro da lagartixa até a encontrar, lá longe, em cima, passeando entre o teto e a parede...
Aí, Pupy ficava muito zangada e latia, pulava na parede como quem fosse escalá-la ou também pudesse subir como lagartixa. Essa brincadeira se tornava uma luta entre a cachorrinha e a lagartixa que momentos depois, cansada e sem conseguir fugir, era morta a dentadas.
Pupy, que era pequena, mas de raça caçadora, ficava toda cheia de orgulho de si mesma por ter ganho a luta . E assim passava as tardes em que sua dona estava na escola estudando. Quando a dona da Pupy chegava era uma alegria. Pupy fazia uma festa enorme. Pulava nas pernas da menina, corria de um lado para outro igual maluca, e ...
catapumba... pulava no colo da dona e a lambia toda. depois ia para o chão de barriga para cima, e pedia cafuné .
Em seguida, sua dona a colocava a coleira e iam passear pela rua dando a volta no quarteirão para que as duas pudessem respirar um ar puro e livre fora de paredes.
Quando voltavam, já era a hora da janta e a Pupy já ia dormir, para no dia seguinte acordar com o folego renovado para mais bagunça!. Ainda tinha a família toda da Xixa para brincar e a luta ainda não tinha acabado. Só a primeira batalha.





 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bIbe (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.