A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Erasmo Manuel Vaz Contreiras
•Publicações
•Perfil
•Comente este texto
 
Poema
 
FLECHAS DE SATANÁS
Por: Erasmo Manuel Vaz Contreiras




Ocultas vêm de longe
Longe que é o inferno
O abrigo de Satanás

Flechas com pontas de doenças
Flechas com pontas de pobrezas
Flechas que carregam a desgraça
Flechas que te fazem de carraça

Mas como flechas de Satanás
Não te esqueças do que ele faz
Extraviou a nossa paz
Tudo e muito mais...
Ele ainda é capaz

Mas há alguém que morreu na cruz
Para desviar as flechas de Satanás

O nome dele é Jesus
E cujo nome tem poder
Para ninguém com ele se perder



Jesus é aquele que tudo faz
Para os humanos ele é a luz
Para eternamente nos dar vida e paz
Por isso carregou a pesada cruz
E por nós tudo ele é capaz

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: HNBe (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.