A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
CAÍ NA CONQUISTA
Por: Erasmo Manuel Vaz Contreiras



Tudo começou assim
Ela olhava para mim
E então eu percebi
Que era o sinal
Para um enfim
E fazermos o acto final

Era complicado para mim
Pois então que ao pé de si
Estava um camarada meio assim
Com a cara trancada
E eu quase que não percebia nada

Mas mesmo assim
Ela ainda se levantou
E bem perto de mim
Ela mesmo chegou

E loucamente me agarrou
Me abraçou e me indagou


Se minha alma calma
Quer deitar em sua cama
E que a porta de entrada para sua olvidada vida
Seria o pé de dança
Para fazer a diferença

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OgNM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.