A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Cordel
 
QUE VIVA O CORDEL! * Advertência
Por: José-Augusto de Carvalho

(Arrumando textos antigos e dispersos)

QUE VIVA O CORDEL!

Advertência


Quem és tu que não conheço
e me dizes conhecer-me?
Eu sou e aqui permaneço
neste dever de dever-me.

Conheceste-me, talvez,
no princípio da jornada,
quando o tempo da nudez
era sonho e madrugada.

Ou quando o tempo da usura
o verbo me retraía
e a treva da noite escura
os meus passos protegia.

Ou quando as banalidades
se exibiram sem decoro,
numa feira de vaidades
de histeria e desaforo.

Eu sou, no alor que persiste,
só mais um que, nesta estrada,
não se cansa nem desiste
de cumprir a caminhada.

E tu? Serás o comparsa
que, mimético no agir,
em cada farsa disfarça
a tragédia de trair?



Viana*Évora*Portugal
8 de Janeiro de 2000.
José-Augusto de Carvalho

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: WFJV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.