A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Crônica
 
A FUGA DE ROBESPIERRE PARA A ALDEIA INDÍGENA
Por: Guto del Blanco

A FUGA DE ROBESPIERRE PARA A ALDEIA INDÍGENA
( Guto del Blanco )
Robespierre estava cansado do caos urbano.
Muito barulho , stress , falta de gosto nos sons e musicais dos bailes , programas de tv etc.....Muito tumulto por nada, pessoas desaprendendo a a conversar , namorar , se conhecer.....sentia falta de roda de samba , amigos tocando violões em serenatas para as namoradas , ver o por do sol na praia e depois aplaudir junto com a turma de todos os bairros e faculdades e classes trabalhadoras.
Dizia que o homem da cidade perdeu a essência primitiva , o contato com a natureza e entre si próprio , já não existi mais cultura própria na cidade , no ser humano etc
- Vou me retirar para uma tribo indígena , disse ele
Maxell , Ernestina , Engelito e mais 2 amigos tentaram desistir da idéia , mas ele ficou irresoluto e assim mesmo disse que ia na já na próxima semana
Já tinha deixado o escritório da Ong nas mãos de seu pupilo Leninzinho , filho do falecido José Ricardo Winipeg Steinr Francis seu mentor e melhor amigo da faculdade .que insistia em ser chamado de Karl nos diretórios da Universidade
10 dias após os fatos narrados embarcou no avião e aterrissou em Manaus .
Já estranhou quanto foi ver as informações e achou um ônibus direto de Manaus até Mapynguar das Guararemas , seu retiro final do caos urbano capitalista e aculturado
Depois de 10 hrs numa estrada até boa para a região desembarcou na porta da aldeia com mais alguns outros passageiros
Ficou meio puto quando teve que pagar 100 reais e foi revistado por dois índios que tinham uma pistola e um revolver 38 na cintura ( tiraram seu canivete suiço de estimação , mas deixaram seu laptop ) para poder ingressar nos domínios dos índios mas até relaxou e deu um sorrizinho atravessado quando viu dois americanos e três franceses desembolsando 100 dólares americanos cada um.
Até índio brasileiro é muito esperto , gostei.....disse para si mesmo Robes ( que era assim que gostava de ser chamado na Ong )
Depois de andar 8 km por uma trilha , onde foi encontrando filhotes de índio vendendo lata de Coca Cola , Cerveja , garrafa de água mineral em pontos estratégicos da trilha , ....tipo .. depois de uma subida bem íngreme e por aí vai......mas ainda assim achou bonito de ver os pequenos índios já fazendo a sua parte n o sistema tribal
Robespierre tinha planos.....
Quando se apresentaram a noite no centro da taba , que ficava acerca de 800 metros afastada da vila de casas de alvenaria onde funcionava o Hospital , Mercadinho , Escola com Wifi 4.0 , Farmácia e Lan house da tribo .
Robespierre aprovava tudo isso , afinal , os donos da terra tinham direito a seu território e o governo tinha que fazer valer os impostos cobrados dos capitalistas e trabalhadores de elite , médicos ,policiais , motoristas de ônibus , táxi etc
Depois da dança cerimonial e típica todos os visitantes foram liberados para explorar por si mesmo os domínios da aldeia e Robes foi indo sozinho por 2 ou 3 trilhas diferentes dos outros
Encontrou uma choupana com música tcnobrega e índias semi nuas dançando com rebolado de fazer inveja a Anita
Andando mais a frente 5 ou 6 jovens índios rodeados de gringos e tutti quanti tipo de raça , cantanto um Rap Ofensivo , no qual a letra falava mal do homem branco , das mazelas da sociedade branca e outras coisas que Robespierre se amarrava desde o tempo da Facul Estava tudo muito bonito e bacana ....do jeito que ele pensava..e sonhara desde a juventude.......De repente saiu uma Onça pintada de 2 metros urrando na trilha que ele percorria . Robes se assustou por 2 segundos....mas providencialmente apareceram do nada dois índios ( vestidos com shorts adidas e chinelo Rider e um deles portava ainda uma camisa do C R Flamengo ) e com muito jeito e instinto selvagem deram dois assobios e mais duas palavras em tupi - guarani e depois de entregarem na boca da onça um pedaço de carne ( acho que era picanha ) retiraram a Fera do caminho de Robespierre , que aliás falaria depois em sua tese de MBA em Nova York que foi a parte mais selvagem , primitiva , e realmente emocionante de seu contato selvagem.
Tudo estava indo muito bem até Robes encontrar uma Choupana muito bonita e bem mais arejada e equipada que qualquer outra e até mesmo que o Hospital
Robespierre foi adentrando devagar e estranhando e reconhecendo o ambiente , os jeitos das pessoas , a camaradagem reinante etc . Viu muitos aparelhos de computador , papeis de recibo , um bebedouro com um galão de 20 litros azul , um poster do Neymar Jr no canto da parede , muitos jovens conectados com agências de viagens e hotéis de Manaus , Rio de Janeiro e até Paris e Amsterdã ,Os jovens índios falavam um inglês que deu inveja no Robespierre.
De repente saindo da sala ao fundo apareceu um índio mais gordo e sorridente que os outros e que foi logo recepcionando Robespierre com um bom Whisky Buchannas 12 , alguns pedaços de queijo fedorento ( era assim que Robespierre falava desse tipo de queijo igual ao que ele adorava comer em suas mortais horas de descanso na Ong ) e convidou Robespierre para ver uma dança indifunk com indias " novinhas " ( em tupi guarani no-vi inha)
Aí Robes se sentiu em casa mesmo e relaxou e disse que era asso que era vida , elogiou o Índio Gordão e já sabemos o resto Depois de uma semana de intimidade com o Gordo ( Robes já tava nas intimidade ) disse que tinha planos para a tribo resgatar seus direitos a terra , a saúde , emprego , investimentos básicos de moradia e ensino e aquele papo que Robespierre já trazia na ponta da língua sempre que encontrava alguma pessoa " diferente " dele . O Gordo não entendia aquela falação do visitante e pediu para chamar os Homens da Tribo do Norte para tentar entender o que ele queria. Em 15 minutos apareceram 2 homens brancos . Um barbudo e o outro ( ainda não entendi o porque estava com uma boina meio de lado , caindo pela franja ruiva de seu cabelo tipo moikano ) falando um espanhol , misturado com sotaque francês e alemão . Chegaram com jeito , muitos abraços , sorrisos e tapinhas nas costas como quem está acostumado a fazer isso com todo tipo e raça humana e depois de muita conversa entenderam o que Robespierre queria. - Uma grande movimentação social solicitando o Direito a Terra , Capital e trabalho , resgate Cultural junto a Unesco , Onu , resgate e indenizações do Governo e de Grandes Multinacionais instaladas no País , representantes no Congresso Nacional . Educadamente os Homens da Tribo do Norte ouviram Robes e gentilmente disseram ... - Mas isso é o que nós 2 , quer somos Enviados - Mor da Organização das Tribos do Norte fazemos há 30 anos Atraímos as pessoas , mostramos a terra , a selva , os rios para todos os Homens maus que estão lá no Resort Hotel 5 estrelas atrás da colina ali. E eles nos pagam ....e bem ...e assim conseguimos contatos no planalto , nas capitais , nas universidades , nas escolas etc
.....Robespierre ficou triste .......tinham roubado seu sonho antes dele dar conta...... estava cabisbaixo....não podia ser que o paraíso que idealizara já existia .......como assim ......tantos anos......esse barbudo me parece familiar....essa boina ....aquela franja também ...........Decidiu depois de um porre épico de Buchannas 12 que iria embora....não acreditava....não podia......ser......mas foi.......................Robespierre embarcou num torpor profundo e no primeiro avião que saiu de Manaus .......Na lembrança apenas uma barba ....uma Boina ......aquela Franja Ruiva ........aquelas sardas
Lá na tribo .....os 2 enviados do Norte estavam almoçando Lagostim , Surubim na telha acompanhado de 2 Brhamas bem geladas ( luxo demais estraga diziam sempre que brindavam ) no Salão Oval do Resort e de repente o Ruivo da Boina falou :
- Pobre Robes , sempre foi um dois nossos , muito gente boa , uma pessoa de caráter , bom de papo , inteligente , ....mas sempre foi lerdinho....fazer o quê ...e o Barbudo respondeu.....-Porra Zé Ricardo , nem do Leninzinho você perguntou...........Cai o Pano........!!!

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: HTRc (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.