Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Ensaio
 
Johan Ramirez: O anjo da madrugada
Por: Morena

Enquanto certas pessoas primam por agir sem nenhuma dignidade, seja na vida real, expondo sua índole sombria, seja na internet, usando-a para imoralidades e manifestações de ódio, um adolescente de apenas 15 anos, ajudou a salvar os sobreviventes do avião da Lamia. (Morena)

“Na noite da última segunda-feira e madrugada da terça-feira, Miguel Ramirez e Johan Alexis Ramirez, pai e filho, estavam tranquilos vendo televisão na fazenda em que moram quando escutaram um forte estrondo. O barulho era do avião da Lamia que levava o elenco da Chapecoense para Medellín, que havia acabado de cair. A queda causou a morte de 71 pessoas. Seis se salvaram, cinco com a ajuda dos dois.
Miguel, pai de Johan, sente muito orgulho do filho, porque o viu correr para salvar vidas e não saquear as coisas que não eram dele, como fizeram outras pessoas. “Graças a Deus fui premiado com esse herói”, falou.
Divididos com as equipes de resgate, Miguel e Johan assumiram o papel de guiar os bombeiros em uma região que eles não conheciam muito bem. O conhecimento da dupla se dava pelo fato deles morarem a quatro minutos do local da queda.
"Nós os guiávamos por um caminho mais curto e iluminávamos com lanterna e meu celular. Ajudei eles a tirar a Ximena, a aeromoça. Meu filho ajudava igualmente. Nós os levávamos do local da queda até a estrada", explicou.
No período do resgate, não foi só Ximena que foi salva pelos dois. Apenas Neto, que foi encontrado depois deste horário, não teve ajuda dos dois. O lateral Alan Ruschel foi o primeiro encontrado por Johan.
Mas nem todos os resgatados por eles chegaram com vida. "Meu filho levava um jogador quando o bombeiro o chamou e avisou que ele tinha morrido", lamentou.
Depois de deixar o local, os dois voltaram para casa, mas não conseguiram dormir. "Era muita tristeza pela tragédia, mas graças a Deus pudemos salvar essas pessoas", encerrou Miguel.” [Extraído de matéria UOL]

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IWNZ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.