Paralerepensar - Texto

Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

 
Ensaio
 
Felicidade AM
Por: Everton da Rosa

Eu não procuro a felicidade, não corro atrás dela, nem tento alcança-la! Por que? Porque a felicidade não uma coisa ou um lugar. Ela não está no final de um caminho e nem anda solta por aí. A felicidade sequer é um sentimento. Ela é um estado de espírito.
A felicidade é algo entre a dúvida e a certeza. Algo entre a serenidade da sabedoria e a euforia de estar vivo. É o meio termo entre a paixão e o amor, entre a razão e a emoção. A felicidade é o equilíbrio.
O equilíbrio em todos os aspectos de nossa vida: entre o trabalho e o lazer, entre a família e os amigos; entre a temperança e o excesso. A felicidade se usufrui com o equilíbrio na vida. Ela é como uma estação de rádio AM, um ínfimo ponto na faixa de sintonia do rádio. Quanto mais nos aproximamos desse ponto, o ponto de equilíbrio entre frequência e amplitude, melhor sintonizamos a estação da felicidade.
A felicidade se vive, ou no linguajar de hoje: se “curte”. Assim como “curtimos” boiar de costas numa piscina ao sol de verão. Ela é um estado de espírito permeando nossa vida como um prémio, um regozijo pelo equilíbrio em tudo na vida.
A felicidade não é um objetivo para mim, não tento alcança-la como já disse. Tenho muitos objetivos, uns fáceis, outros nem tanto, mas a felicidade, definitivamente não é um deles. Sequer considero ela um prêmio, não, definitivamente, a felicidade não é prêmio. É com são as ondas do mar: vêm e vão e eu, ali no meio, apenas “curtindo” a força dessa onda cruzando meu corpo.
É o equilíbrio que traz a felicidade e é isso que busco, sintonizando meu radinho.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fOgG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.