Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Trova
 
à minha terra...
Por: Natalia

fiz o tempo saber da água
dos céus da terra lavrada
ó rio, tu levaste a mágoa
e meu sonho pela calada

já t'alcanço terra ardente
deixa q' estenda o lençol
olha o salgueiro pendente
o orvalho adormece ao sol

as palavras desbaratei
lágrimas soltei do olhar
e um pacto contigo selei
pra sempre em ti morar

cai a sombra e é noite já
tocam os sinos pra oração
no altar, preparado está!
anjo de trombeta na mão

toda a aldeia está serena
sol conversa no horizonte
no adro deixo minha pena
à lua que vem defronte...

sem saber se ainda existe
criança que deixei algures
é que o coração insiste?!
saudade, não m'amargures

d'margem á outra margem
saltei sem pousar no chão
olhei-me no rio e a imagem
trago ao peito, no coração

as mãos seguram o vento
no loureiro canta a rola
fico eu e ela ao relento
enquanto o grilo cantarola

sei que é d'amor o laço
que nos une e nos aperta
a ti estendo meu abraço
tu tens-me a porta aberta

fazes de mim prisioneira
a palavra já está chorando,
canto à flor de laranjeira
versos d'amor conjugando

sou eu mar que leva o rio
na memória e na saudade
na poesia acendo o pavio
minha chama é liberdade.

natalia nuno
rosafogo

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: JbBE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.