Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Repente
 
ADEUS QUERIDA RAINHA
Por: Luiz Gonzaga Bezerra




Pensando nos momentos felizes vivenciados pelas nossas almas e nos momentos doloridos dos últimos meses, cheguei ao fim das minhas forças e esperanças, percebendo hoje, que deixei de ser importante em sua vida, que seus olhos acostumados a brilhar diante dos meus, deixaram de enxergar os raios violetas do amor que sinto por você. Percebi que a mulher que amei e por quem fui amado, deixou de ser a estrela de tantas emoções e sonhos de felicidades.
Avaliando os fatos, vi que você se separou de mim sem avisar, comunicou a todos que estava sozinha, que na verdade nunca havia me amado, havia se enganado e assim, não era importante me avisar. Fiquei louco quando você disse que estava me castigando, que logo que o castigo acabasse você iria me levar para conhecer sua nova casa, assim, acreditei e fiquei esperando e chorando de amor, para não falar no sofrimento da minha alma.
Foi gratificante te conhecer, te amar, viver essa magia tão magnifica chamada de amor, dividir abraços, beijar sem falsidade, viver cada dia como se estivesse voando entre as nuvens. No entanto nem tudo é eterno, principalmente, quando o amor está apenas em um coração e quando de surpresa as coisas se modificam sem nenhuma razão compreensiva, como foi a nossa. Lembro, daquele dia de Outubro, fui a sua casa, fiquei brincando com a nossa flor, parecia um aviso ao meu espirito, de ele, seria mortalmente ferido e, realmente foi, pois quando te liguei recebi a triste noticia de que estava proibido de entrar em sua casa...
Assim mesmo, sem saber da verdade, continuei a insistir para conhecer seu lar, ficava te esperando para te levar no trabalho sem perceber que estava sobrando em sua vida e, só comecei a compreender quando quis de beijar e você, simplesmente renegou, virando a face. Inocente, fiquei te ligando, brigando para entender as tuas razões, te convidando para conversar sobre o assunto, mas você fugia, dava uma desculpa qualquer, e assim, continuava na esperança de ter a piedade do seu coração.
Naquele dia que fui ao seu trabalho para sairmos para conversar e você por atribuições do trabalho diário ficou presa, onde fiquei te esperando e ajudando, percebi que você podia ser beijada por estranhos, pois vi claramente você ser beijada e ri, como se estivesse zombando de minha tristeza. No penúltimo dia Dezembro, corri para atender teu chamado, pois precisava de mim, fui como uma criança na sua inocência pegar uma bala de uma pessoa qualquer, contigo fiquei menos de meia hora e não tiver o direito de te desejar nem se quer um feliz ano novo, mas no trabalho foste abraçada, beijada, ganhando até vale brinde do patrão, e o próprio te aconselhou a não permitir que eu fosse em tua casa, além de receber na noite seguinte uma mensagem com diversas frases ofensivas.
Janeiro de 2013, começamos tentando resolver o assunto, até saímos por duas vezes, mas sempre havia alguma coisa para inviabilizar nosso tempo e você, estava sempre apressada, como se ali estivesse por piedade, pior, continuei a ser proibido a visitar seus filhos e nossa filha em sua casa. Foi doloroso, amar assim como te amo, pois você sabe que meu carinho e amor sempre foi o mais verdadeiro dos amores que por ventura viveste em tua vida. Lembra, nunca ficamos mais de três dias sem se vê, mas hoje, já não importa, podemos ficar um dia ou um mês não faz diferença, isso só prova que, já não faço parte da sua historia nem sou nada em seu coração.
Dessa forma sinto que para você tudo perdeu o sentido, tudo se apagou e o amor perdeu seu brio e suas cores magicas. Não sendo parte da tua vida, não existem razões de ficarmos esperando que amanhã de manhã tudo se transforme e volte ao normal, pois o amor que você dizia sentir por mim já não existe nem tem mais sentido. Agradeço por ser você a única mulher que amei e amo, pelos os dias de felicidades vivenciados na cumplicidade, dos abraços carinhos e dos beijos apaixonados de nossas almas, mas que agora ficam no passado.
Só quero te esquecer sem jamais deixar de lembrar, de tudo que vivi ao seu lado e quero pedir ainda, cuide eternamente da FLOR que Deus nos presenteou. Você agora é livre Rainha, pode voar sem ter a minha incomoda presença em sua vida e na sua casa.
Quanto a minha flor, vou honrar meu compromisso, pena que não poderei vê-la crescer todos os dias nem ajudar educa-la com queria... Mas a vida é assim mesmo, ninguém pode modificar os seus rumos.
Adeus seja feliz.
15/01/2013.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: CfAS (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.