A casa dos grandes pensadores
 

ALBERTINO FERNANDES NETO

 

 

 

PREFIRO AMAR
 
Por que andar no escuro,
se existem tantas luzes dispostas?
Por que beber do  fel, 
se existe o mel que as abelhas produzem?
Por que olhar o feio,
se o belo está logo ali nos cotejando?
Por que o mal,
se o bem existe e clama com mais força?
Por que espinhos a nos agrilhoar,
se as rosas estão tão bem dispostas
E nos embriagam com seu perfume e nos encantam em tons,
Nos enviam desejos e nos encaminham multicores.
Dores? Não as quero, prefiro amar, prefiro amores.
 
Albertino Fernandes (Pensa-me)
 
www.paralerepensar.com.br